domingo, outubro 16, 2011

Top 3 - Ensinamentos do cristianismo nas crônicas de narnia

Que a série de livros as cronicas de narnia, escritas por C.S. Lewis, contém ensinamentos do cristianismo todo mundo (ou quase todo mundo) sabe. Pensando nisso, fiz uma lista com 3 tópicos (um para cada filme) destacando lições que podem facilmente serem utilizadas na vida cristã.

1 - A mesa de pedra


Nosso primeiro item da lista e mais significativo de todos, representa o maior feito de toda a história da humanidade.
No primeiro filme da série as crônicas de narnia (O leão, o guarda-roupa e a feiticeira), após Edmundo ser tentado e ter traído seus irmãos por causa das falsas promessas de Jadis, Aslan, em um ato de amor, se oferece para morrer em seu lugar na mesa de pedra, pois isso é o que deve acontecer com os traidores conforme a magia profunda de de Antes da Aurora do Tempo.
Contudo, por ser inocente, a morte não tem poder sobre Aslan que ressurge vitorioso.
De igual modo, Cristo(inocente) morreu no lugar do culpado (os pecadores), a morte foi derrotada e todo aquele que nEle crê tem a vida eterna.

2 - A luta por Narnia


Pulando direto para o segundo filme da série (Príncipe Caspian), observamos as erradas atitudes dos narnianos e do príncipe Caspian que buscam libertar narnia por suas próprias mãos e não conseguem. A vitória só chega quando reconhecem suas incapacidades; quando admitem a necessidade de Aslan na batalha, pois é por ele que devem lutar.

Na vida cristã funciona do mesmo jeito. Ainda que lutemos para alcançar o céu, somente venceremos se soubermos reconhecer nossa necessidade de Deus.

3 - O livro de feitiços


Por fim, para fechar com chave de ouro, vamos falar sobre o ocultismo do terceiro filme. Calma! Ao contrário do que você está pensando, o filme não faz apologia a isso, muito pelo contrário, adverte sobre os perigos em torno deste assunto. E, tudo isso fica evidente quando Lúcia, tomada pela tentação de ficar igual a Susana (sua irmã), pega uma página do livro de feitiços.


Porém, tempos depois de recitar o feitiço, Lúcia se arrepende e tenta voltar. Pra sua sorte, tudo não passava de um pesadelo. Aslan, então, aparece num espelho e se mostra desapontado com tal atitude. Lúcia então compreende que possui um imenso valor próprio, afinal, foi por meio dela que seus irmãos vieram a conhecer narnia.

Assim como Aslan, Deus fica desapontado em ver seus filhos envolvidos com feitiçaria. A bíblia mostra, claramente, que Deus ordenou que ficássemos longe. Infelizmente, aqueles que se envolvem com bruxaria, ocultismo, feitiço e outros, não terão o mesmo fim (apenas acordar) da pequena Lúcia, por isso, é melhor obedecÊ-lo. É para o nosso bem!

"Que a vossa sabedoria vos abençoe, até que as estrelas caiam dos ceús" - Aslan

Escrito por Célio Reis

0 comentários:

Comente!