domingo, outubro 16, 2011

Projeto coloca parte dos manuscritos do Mar Morto na internet


Agora pessoas de todo mundo poderão ter acesso a uma das descobertas mais importantes da arqueologia bíblica: Os pergaminhos do Mar Morto.
A iniciativa é do Museu de Israel em parceria como o Google (Sim! o grande site de buscas). A ideia é disponibilizar, de forma digital, cinco dos oito manuscritos escritos em hebraico e aramaico que antes estavam acessíveis somente a um grupo de estudiosos. Como afirmou James Snyder, diretor da instituição:"Um 'casamento perfeito' entre tecnologia e história".


Por enquanto a empresa Google só traduziu o manuscrito principal (atribuído a Isaías) para a lingua inglesa, mas está prevista a tradução para os outros idiomas.
Acredita-se que os rolos foram escritos há dois mil anos e são considerados como a descoberta mais significativa de século XX - Um verdadeiro patrimônio cultural.

Investimento

Uma câmera de US$ 250 mil desenvolvida em Santa Barbara, na Califórnia, foi utilizada no processo de fotografar os escritos e permitiu aos pesquisadores distinguir palavras e outros detalhes que não são vistos a olho nu.




Escrito por Célio Reis

Fontes: Veja, Yahoo! e G1

0 comentários:

Comente!